Olá, meu nome é Elton Morais e eu fundei esse blog para te ajudar a VIVER (não apenas sobreviver) tocando e compondo Rock’n’Roll

Se você tem uma banda ou mesmo uma carreira solo e já se fez alguma dessas perguntas…

  • É possível sustentar uma família só com Rock’n’Roll e música própria, sem precisar fazer freelance, cover, jingles, etc?
  • Como vencer o monopólio do cover nas maiores casas de show?
  • Qual é o caminho já que ninguém mais compra CDs?

…então aqui é o lugar!

Veja como o Viver de Rock pode ajudar você a construir uma carreira sustentável com músicas próprias

Talvez você já tenha alguma opinião sobre essas perguntas. Pode ser que pense que o único caminho para viver de música seja fazer freela, cover, jingles, etc.

Nesse blog você vai descobrir que existe um caminho para Viver de Rock se dedicando a suas próprias composições e tocando apenas o que faz seu coração vibrar.

A verdade é que a Indústria Musical quebrou e hoje estamos numa situação completamente diferente de alguns anos atrás.Caíram os fundamentos que sustentavam o antigo modelo, mas a imensa maioria das pessoas do mercado ainda não percebeu isso. Muitos vêem no mundo digital a solução, mas não estão vendo o quadro completo…

A grande maioria está simplesmente tentando usar as novas mídias sociais dentro da lógica do antigo modelo das grandes gravadoras

Elton Morais
Fundador Viver de Rock

Mas se limitar a isso é um erro. É o pano novo em tecido velho. Não resolve o problema. As mudanças e oportunidades trazidas pelas novas tecnologias são muito maiores e mais profundas do que apenas a chance de fazer um vídeo viral no YouTube…

Hoje é possível criar fontes de renda e sustentar sua carreira musical mesmo antes de alcançar milhares e milhares de fãs.

Elton Morais
Fundador Viver de Rock

E é exatamente nesse ponto que me encaixo…

Pra entender melhor como eu posso ajudar você a criar fontes de renda a partir de sua música, vou contar um pouco da minha história…

Eu tinha exatos 19 anos quando decidi levar a música a sério. A banda que havia criado com 2 grandes amigos estava compondo as primeiras músicas e eu senti que aquilo era o que eu queria para minha vida…

Mas algum tempo depois veio o problema: como pagar as contas.

O caminho que escolhi foi trabalhar pela internet. Assim eu faria meu horário e teria tempo para me dedicar o quanto queria à música, e poderia tocar apenas o que eu realmente queria.

Funcionou…

Trabalhando em casa eu podia fazer meu horário e adaptá-lo à banda. Pra ter uma ideia, em minha última banda chegamos a ter 3 ensaios por semana de 3 ou 4hs, fora o tempo de estudo individual.

Mas nessa história o que realmente importa pra você é o que eu aprendi durante esse período…

Eu me especializei em marketing digital e lançamento de produtos. Num dos lançamentos dos quais fui responsável, faturamos em 48hs exatos R$62.811,00. Em minha empresa, o FB Responder, levantamos R$19.940,00 em vendas antes mesmo do produto existir…

Aprendi muito com as principais mentes do Marketing Digital brasileiro…

Foto no MasterMind "Segredos da Audiência"

Meus resultados renderam convites para palestrar e compartilhar o que aprendi em Congressos voltados para o empreendedorismo e negócios digitais, como foi o caso da Semana do Marketing Inteligente e outros congressos online.

Mas havia um problema…

Quanto mais eu aprendia sobre Marketing Digital, mais eu percebia que podia aplicar várias coisas em minha banda. Começava a ver que existia um caminho para viver bem de música própria, e não apenas sobreviver…

O Ponto da Virada

E então veio o ponto da virada que me trouxe até aqui hoje…

Fui a um evento em São Paulo e a palestra de um amigo me fez mudar meu rumo. Nessa palestra, Victor Damásio me ajudou a encontrar meu grande PORQUE:

Ajudar músicos a alcançarem uma vida financeira estável se dedicando apenas a sua carreira e músicas próprias.

Elton Morais
Fundador Viver de Rock

Eu acredito que as consequências de fazer isso vão muito além de ajudar carreiras individuais. Acredito que deixando claro que existe um caminho, mais músicos vão poder se dedicar a suas compoisições, mais pessoas talentosas verão a música como sua carreira e não precisarão reprimir seus impulsos artísticos no caixa de um banco.

Acredito que é possível transformar completamente o mercado cultural de nosso país.

Elton Morais
Fundador Viver de Rock

Mas eu não posso fazer isso sozinho. Há vários caminhos possíveis para criar fontes de renda expressivas a partir de músicas próprias. Mas é preciso que músicos como você trilhem esses caminhos…

Eu posso ensinar tudo o que aprendi e ainda aprendo no Marketing Digital, te ajudar a encontrar o modelo de negócios perfeito pra sua carreira mas, se vamos transformar o mercado cultural, precisamos de várias bandas e artistas dando o exemplo e ganhando dinheiro com suas músicas.

Se você quer fazer parte disso, sugiro que informe seu email aqui embaixo. Você vai ter acesso a materiais exclusivos, acesso antecipado a posts do blog e participará de um grupo exclusivo de músicos que estão trilhando o mesmo caminho.

E então, pronto pra transformar sua carreira e o mercado cultural do Brasil? Então preencha abaixo com seu melhor email:

Talvez você esteja se perguntando se sou apenas um cara viajando ou se é de fato possível ganhar dinheiro com música própria… Afinal de contas, quem sou eu? Não sou um músico famoso, por exemplo. Então por que você deveria confiar no que digo?

Se isso passa na sua cabeça, tenho duas coisas para te dizer e acredito que te farão pensar melhor sobre o assunto…

#1 – Já há artistas no mundo aplicando

Artistas de vários lugares do mundo já estão buscando e aplicando novos modelos de negócio. Faço parte de um grupo com músicos do mundo inteiro em que debatemos sobre esse tema.

Nesse hangout participaram músicos do Canadá, Argentina, Inglaterra, Espanha, Suéca, EUA e Brasil (eu)

Então isso já vem sendo aplicado com resultados concretos em outros lugares do mundo.

Mas se ainda tem dúvidas, veja só o segundo ponto…

#2 – Em minha última banda cheguei a começar a aplicar alguns dos princípios e técnicas que trouxe do Marketing Digital.

Foram apenas testes. Infelizmente a banda acabou quando estava tudo pronto pra aumentarmos a escala e alcançar mais pessoas…

Mas os resultados apontaram que estávamos no caminho certo:

  • Criamos um "Funil de Fãs" e fizemos um teste focando em pessoas que nunca haviam ouvido falar da banda. E  resultado surpreendeu: enviamos CD's para várias regiões do país: Paraná, Tocantins, Recife, São Paulo e várias cidades do interior de MG. E as pessoas que compraram jamais tinham ouvido falar da banda! Chegamos a ter, inclusive, novos fãs pagando apenas para ter acesso ao material digital.
  • Outro teste que fizemos foi no show de lançamento de nosso CD. Foi no dia da Virada Cultural de BH e por isso chegamos a nos preocupar com o público - haveria vários eventos gratuitos e com bandas mais conhecidas no mesmo dia de nosso show que custava R$20 sem direito a CD... O ingresso antecipado, na bilheteria, custava R$10. Resolvemos criar um kit promocional (que teve custo pra nós de menos de R$5) e colocamos o valor de venda em R$30. Resultado: 95% dos compradores preferiram pagar pelo kit completo (R$30), subindo o valor médio pago por pessoa. No final das contas, apesar de várias coisas contra, lotamos o teatro e fizemos um show que ainda pagou parte dos custos da gravação do álbum.

Show de Lançamento do Álbum "Scarlatus Pachydermata" - Teatro Alterosa, Belo horizonte/MG

  • Por fim, mudamos nossa estratégia de canal do Youtube e a audiência orgânica subia a cada semana. E tudo isso integrado ao funil de fãs. Mesmo com o canal ainda modesto, fizemos VENDAS diretamente a partir do tráfego orgânico do Youtube - ganhamos mais de 10x o valor que receberíamos por "monetizar vídeos".

Esses resultados, como disse, ainda eram modestos, mas mostraram que o mercado brasileiro está aberto a essa nova abordagem. Prova disso é que por causa desse trabalho fui convidado a palestrar sobre o Mercado Musical no maior congresso de criatividade do Brasil, o Hypeness Talks, ao lado de nomes como Maurício de Souza (Turma da Mônica), PJ Pereira e vários outros...

Portanto, quando falo desse caminho não é apenas uma viagem teórica. é baseado em 3 coisas muito concretas:

  • Experiência e resultados expressivos no Marketing Digital, com outros tipos de produto...
  • Resultados concretos de músicos em outros países...
  • Testes bem sucedidos especificamente no mercado musical brasileiro...

E agora é a hora de dar um passo maior aqui no Brasil. E então, que tal fazer parte desse grupo que vai aplicar e transformar a própria carreira usando o Marketing Digital? Se você quer fazer parte disso, preencha abaixo seu email. Você vai receber um vídeo com mais detalhes…

Agora é o melhor momento possível para transformar sua carreira. Mas eu confesso que meus objetivos são maiores do que apenas seus resultados…

A verdade é que os resultados que alcancei no Marketing Digital me permitem selecionar entre várias propostas. E eu recusei várias, muito lucrativas, para estar aqui hoje. E fiz isso porque enxergo algo grande.

Estou aqui pra transformar o mercado musical brasileiro. Por isso abri mão de diversas oportunidades de negócio mais lucrativos.

Elton Morais
Fundador Viver de Rock

Me dó na alma quando vejo um talento artístico ser afogado num serviço burocrático pra pagar as contas... E pra ser sincero, também dói quando vejo um compositor criativo se limitando em uma banda cover porque precisa pagar as contas.

Não me entenda mal… eu não sou “contra cover”. Comecei tocando cover, conheço grandes músicos que formam uma banda pra tocar e homenagear algum artista, e estão muito felizes com isso. Mas se alguém está ali apenas pelo dinheiro, porque com próprias não pagaria as contas, aí já é um problema!

Por isso eu te convido a fazer parte dessa comunidade de músicos que estão dispostos a transformar o mercado da música no Brasil – e de quebra fazer suas carreiras explodirem…

E aí, vamos nessa juntos? Cadastre seu email abaixo e seguimos em contato.